Designed by:

Adubação da Cana-de-Açúcar PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Sex, 27 de Setembro de 2013 17:04
Adubação da Cana-de-Açúcar

 

Claudimir Pedro Penatti


347 páginas - 2013 - Itú - SP - 1º Edição

Preço para sócio: R$ 110,00
Não sócio: R$ 130,00

 

Índice

Sumário

CAPÍTULO 1: NITROGÊNIO

1. ASPECTOS GERAIS DA CANA-DE-AÇÚCAR

2. NITROGÊNIO

2.1. O Nitrogênio em cana planta

2.1.1. Rotação de culturas

2.1.2. Efeito residual na soqueira do nitrogênio aplicado na cana planta

2.1.3. Nitrogênio mineral x nitrogênio da fixação biológica

2.1 4. Adubação foliar em cana, planta e cana soca

2.2. Nitrogênio em cana soca colhida com a queima da palha

2.2.1. Nitrogênio em cana soca sem vinhaça

2.2.2. Nitrogênio em cana Soca com vinhaça

2.2.3. Volatilização de nitrogênio

2.2.4. Lixiviação de nitrogênio no solo

2.3. Considerações gerais sobre o nitrogênio

2.3.1. Por que a cana soca responde mais a adubação nitrogenada?

2.3.2. Recomendação da aplicação de nitrogênio

3. SISTEMA DE CANA COLHIDA SEM A OUEINIA DA PALHA (CANA CRUA) - CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE NUTRIÇÃO E BENEFÍCIOS DA PALHADA

3.1. Histórico da cana colhida sem a queima da palha

3.2. Mineralização da palha

3.3. Alterações químicas no solo com a decomposição da palha

3.4. Fontes a localização do nitrogênio no solo

3.5. Calibração da nitrogênio e potássio em sistema da cana crua

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

CAPÍTULO 2: FÓSFORO

1. INTRODUÇÃO

2. CANA PLANTA

2.1. Perfilhamento e sistema radicular

2.2 Produção de matéria seca e extrações de fósforo e cálcio

2.3 Produtividade agrícola

3. FOSFATAGEM

4. CANA SOCA

4.1. Produtividade agrícola

5. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAS

 

CAPÍTULO 3: POTÁSSIO

1.  INTRODUÇÃO

2. POTÁSSIO EM CANA PLANTA

3. POTÁSSIO EM CANA SOCA COLHIDA COM A QUEIMA DA PALHA

4. POTÁSSIO EM CANA SOCA COLHIDA SEM A QUEIMA DA PALHA

5. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAS

 

CAPÍTULO 4: CALCÁRIO, GESSO AGRÍCOLA E SILICATO

1. INTRODUÇÃO

2. AÇÃO DO CALCÁRIO E DO GESSO AGRÍCOLA NO SOLO

2.1 Calcário

2.2 Gesso agrícola

3. FÓRMULAS DE RECOMENDAÇÃO DE CALCÁRIO OU GESSO AGRÍCOLA

3.1 Gesso

3.2 Calcário

4. RESPOSTA DA CANA-DE-AÇÚCAR AO CALCÁRIO E/OU GESSO AGRÍCOLA

5. SILÍCIO

5.1 Introdução

5.2. Fontes de silício

5.3. Silício e a produção de cana-de-açúcar

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

CAPÍTULO 5: MICRONUTRIENTES

1.  INTRODUÇÃO

2. RESULTADOS EM CANA PLANTA E CANA SOCA

3. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAPÍTULO 6: VINHAÇA

1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICA QUÍMICAS DA VINHAÇA

3. EFEITOS DA VINHAÇA NAS PROPRIEDADES DOS SOLOS

3.1. Efeitos químicos

3.2. Efeitos físicos

3.3. Efeitos biológicos

4. EFEITOS DA VINHAÇA NA PRODUTIVIDADE DE CANA

5. CRITÉRIOS ADOTADOS PARA A DEFINIÇÃO DA DOSE DE VINHAÇA A SER APLICADA

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

CAPÍTULO 7: TORTA DE FILTRO, FULIGEM, CINZA DE CALDEIRAS E PRODUTOS BIOESTIMULANTES

1. INTRODUÇÃO

2. SUBPRODUTOS DA AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA

3. DESCRIÇÃO E CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DA FULIGEM E DAS CINZAS DE CALDEIRAS

4. RESULTADOS AGRONÔMICOS

5. PREPARAÇÃO DO PRODUTO OU COMPOSTAGEM

5.1. Pátio de armazenagem e preparo

5.2. Aplicação de torta de filtro ou composto

5.3. Exemplo da necessidade ou não da complementação mineral

5.4. Resumo das recomendações do uso de subprodutos

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS

7. PRODUTOS BIOESTIMULANTES

7.1. Introdução

7.2. Resposta na cana planta e cana soca

8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

Para a compra de Livros e CDs:



-  Envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. com as seguintes informações:

- Títulos a serem adquiridos e a quantidade e exemplares.

- Dados para entrega do pedido (nome do destinatário e endereço completo)

- Nome da pessoa física ou da empresa para qual será emitido o recibo de pagamento

Em resposta ao seu e-mail, receberá o orçamento com o valor do Frete incluso e o procedimento para pagamento através de Depósito Bancário.

Última atualização em Ter, 28 de Agosto de 2018 09:17